Nada sober vós sem vós

Log in
updated 6:13 PM UTC, Dec 31, 2022
Informação:
ESTEJA ATENTO: a Plural&Singular faz 10 anos e vai lançar a 28.ª edição da revista digital semestral que dá voz às questões da deficiência e inclusão

Nós, os cuidadores: Pote da Felicidade circula em Guimarães


No âmbito do projeto “Nós, os cuidadores”, a Plural&Singular, marca gerida pelo Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media decidiu fazer uma “experiência social” e pôr em circulação o Pote da Felicidade, uma iniciativa para estimular o pensamento positivo, com o intuito de ir ao encontro de todos os cuidadores vimaranenses e conseguir sinalizá-los.

Além disso, também se pretende com esta iniciativa informar todos os envolvidos para a criação do Estatuto de Cuidador Informal que já está, na Assembleia da República, em fase de audições no âmbito da apreciação, na especialidade, das propostas de lei existentes. Está em causa a atribuição de apoios financeiros para quem cuida, a contabilização da  prestação de cuidados na carreira contributiva como trabalho efetivo e que seja calculada para a pensão de velhice, a flexibilização dos horários de trabalho, o reforço dos apoios formais existentes dirigidos ao dependente e a formação, apoio psicológico e condições para o descanso do cuidador.

O Pote da Felicidade não é mais do que um frasco acompanhado de umas folhas coloridas para cada pessoa cuidadora registar um momento bom que tenha vivido e que a faça sorrir. Depois de colocar a respetiva folha lá dentro, de preencher a folha de contacto e tirar uma fotografia, se possível, com o balão “Eu sou cuidador informal”, deve entregar o Pote da Felicidade a outro pessoa que tenha também ao cuidado alguém com dependência, quer sejam pessoas com deficiência, com demências, doentes crónicos ou temporários ou idosos.


Assumindo que o contexto de cuidador informal de alguém com dependência tem um desgate físico e emocional inerentes que podem causar stress e esgotamento, e que, como tal, a maioria das vezes, se associa a momentos maus e tristes propõe-se com este Pote da Felicidade estimular a atenção focada ao prazer das pequenas alegrias do dia-a-dia.


A ideia é despertar para o presente e aprofundar o seu nível de consciência em relação ao que realmente tem, e assim desenvolver um pensamento positivo em relação à vida.

Também se pretende ajudar a evitar ficar preso no passado, ou, por outro lado, que os seus planos e vontades sejam adiadas para um futuro que nunca chega.


“Embora tenhamos colocado toda a informação necessária para fazer circular este Pote da Felicidade, a verdade é que lhe perdemos o rasto. É quase como aquelas garrafas que se atiram ao mar com uma mensagem e que pode ficar perdida ou, pelo contrário, ser encontrada por alguém”, refere a organização.


Hoje o Pote da Felicidade foi entregue a uma das cuidadoras que participa nas sessões de grupo do projeto “Nós, os cuidadores” e já leva no seu interior os contributos das participantes presentes na sessão mensal que, de forma anónima, registaram um momento de alegria que tenham vivenciado no decorrer desta semana que está a acabar.

Faça parte desta rede de partilha. Obrigada!

Tem a seu cargo alguém com dependência, quer sejam pessoas com deficiência, com demências, doentes crónicos, temporários ou idosos?


PREENCHA A FICHA DE CONTACTO AQUI


Se estiver interessado em colaborar com a Plural&Singular, se for cuidador informal ou se conhecer alguém que seja cuidador informal preencha este formulário ou entre em contacto através do email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou do telefone 913 077 505.


“A compreensão de outrem somente progredirá com a partilha de alegrias e sofrimentos”. Albert Einstein

Mais informações em Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou através do número 913077505. 

Itens relacionados

Consola de depuração Joomla

Sessão

Dados do perfil

Utilização de memória

Pedidos à Base de dados