Nada sober vós sem vós

Log in
updated 5:56 PM WET, Nov 22, 2017
Informação:
ACOMPANHE: Todas as novidades sobre os projetos com 'marca' Plural&Singular. Além do concurso de fotografia internacional em que TODOS cabem - cuja cerimónia de entrega de prémios decorre dia 3 e dezembro no CPF, no Porto - avançamos com formações em Comunicação Acessível e Sexualidade&Afetos, o projeto "Nós os cuidadores - sessões de grupo para cuidadores informais!" e com candidaturas ligadas ao ERASMUS+            Consulte também a página do Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media e adira ao nosso grupo de debate e partilha no facebook  

Célia Sousa distinguida como “EKUIzador do Ano”

A coordenadora do Centro de Recursos para a Inclusão Digital do Politécnico de Leiria (CRID/IPLeiria), Célia Sousa, foi distinguida com o prémio “EKUIzador do Ano”, atribuído pela Equipa EKUI – Linha de Material Lúdico-Didático Inclusivo, indicou o IPLeiria.

O prémio visa distinguir anualmente uma personalidade que se demarque na contribuição para uma sociedade mais igualitária e justa.

A coordenadora do projeto EKUI, Celmira Macedo, justifica a atribuição do prémio a Célia Sousa “pela sua boa vontade, espírito solidário e dever de cidadania, pelo seu contributo de forma graciosa com o seu saber para elevar a qualidade do Projeto EKUI”.

“[O objetivo é] garantir a equidade no acesso a bens e serviços na área da educação, reabilitação e comunicação acessível a milhares de crianças, jovens e adultos em todo o país”, refere Celmira Macedo.

Célia Sousa fez a validação e assessoria científica do EKUI, e “esta homenagem deve-se ao facto de ter acreditado, desde início, na visão, missão e valores da Metodologia EKUI e ter, através da sua assessoria, acrescentado valor pessoal, profissional e científico, imprescindíveis a um projeto que se quer de qualidade”, acrescenta a coordenadora do projeto EKUI.

A marca EKUI – Equidade, Knowledge [conhecimento], Universalidade e Inclusão é uma marca que desenvolve material lúdico-didático inclusivo com o objetivo de tornar a linguagem universal e acessível a toda a população. O EKUI garante a equidade no acesso nas áreas da comunicação acessível, aprendizagem, literacia/alfabetização e na componente lúdica, com a meta final de contribuir para uma Linguagem Universal. As EKUI Cards, cuja validação científica coube à investigadora do Politécnico de Leiria, apresentam o alfabeto em grafema e letra manuscrita, leitura em Braille (visual e táctil), letra em datilologia (alfabeto da Língua Gestual Portuguesa) e o alfabeto fonético internacional.

“As EKUI Cards são um projeto inédito, com muito valor social, e foi para mim um prazer integrar este projeto que permite que a aprendizagem seja efetivamente um direito de todos, e que todos possam aprender a comunicar de uma forma justa e universal – e que esta passe a ser a norma e não a exceção”, diz, por sua vez, Célia Sousa.

“Foi um orgulho fazer parte da equipa EKUI, que é sem dúvida empenhada e abnegada, e desenvolve um trabalho fantástico”, refere ainda Célia Sousa, citada em comunicado do IPLeiria.
Célia Sousa é docente e coordenadora do CRID/IPLeiria, sediado na Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Politécnico de Leiria, e desenvolve há 30 anos trabalho na área da inclusão, acessibilidade e reabilitação.

É mentora e coordenadora da pioneira campanha Mil Brinquedos Mil Sorrisos, que desde 2007 recolhe, adapta e distribui brinquedos adaptados a instituições que apoiam crianças com necessidades especiais. É responsável pelo conceito de livro multiformato, concebido para ser acessível a crianças com necessidades especiais, cujos conteúdos estão disponíveis em braille, relevo, Língua Gestual Portuguesa e símbolos pictográficos para a comunicação - colaborou nos livros “Todos Diferentes Todos Animais”, “ O menino que tinha medo do Escuro” e “ Piu Caganita”.

Na última década tem desenvolvido projetos nas áreas das Tecnologias de Apoio, da Comunicação Aumentativa e da Acessibilidade para todos, dos quais se destacam: Praça de Todos (elaboração de ementas em braille e em linguagem pictográfica para os estabelecimentos de restauração da cidade de Leiria), Mosteiro de Todos (elaboração de guiões para o Mosteiro da Batalha, em braille para visitantes cegos, em Língua Gestual Portuguesa para visitantes surdos, e escrita simples e linguagem pictográfica para pessoas com dificuldades intelectuais ou baixa literacia), Leiria Convida (tradução e adaptação para braille de livros), Leiria de Todos + Acessível (elaboração de folhetos em braille e em linguagem pictográfica para os espaços culturais da cidade de Leiria).

Dá formação nas áreas da multideficiência e educação especial em diversos países (Portugal, México, Cabo Verde, Guiné), e presta assessoria científica aos Centros de Recurso Para Educação Especial-CRTIC da área de influência da DGEstE da Região Centro e à Associação de Autismo de Leiria. Colabora com o Grupo de Trabalho de Educação Especial, da Comissão Parlamentar da Educação Ciência e Cultura, e com o Conselho Nacional de Educação. O CRID/IPLeiria, que coordena desde a sua fundação em 2006 é modelo de boas-práticas e referência mundial na área da inclusão.

Deixe um comentário

Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses

publicidade

publicidade

Publicidade

2°C

Lisboa

Sunny

Humidity: 50%

Wind: 17.70 km/h

  • 23 Nov 2017 6°C 0°C
  • 24 Nov 2017 9°C 0°C

Publicidade