Nada sober vós sem vós

Log in
updated 7:06 AM UTC, Sep 15, 2021
Informação:
LEIA E PARTILHE: a última edição da revista digital da Plural&Singular que já vai na 26.ª edição e tem em destaque a 7.ª edição do concurso internacional de fotografia "A inclusão na diversidade"

A festa da inclusão na diversidade

O anúncio e entrega de prémios da 3.ª edição concurso de fotografia “A inclusão na diversidade” decorreu sábado, 3 de dezembro, no Centro Português de Fotografia (CPF), no Porto, juntando os vencedores, amantes da fotografia, amigos da Plural&Singular, bem como muitas pessoas ligadas às áreas em destaque nesta iniciativa que tem como objetivo “desmistificar as diferenças”.

Numa cerimónia descontraída e cheia de boa disposição, que também serviu para assinalar o 4.º aniversário da Plural&Singular e comemorar o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, os presentes puderam admirar as fotografias vencedoras e ouvir as explicações da voz dos premiados.

1.º prémio: Nuno Pereira | Amputação | 2016 | Porto
2.º Prémio: Jorge Antunes | Vida num saco | 2016 | Lisboa
3.º Prémio: Delfina Brochado | À força de braços | 2015 | Ponte de Lima
Menção Honrosa: Paulo Simão| Olhos com histórias; Em mim, todos os sonhos do mundo; Leva-me | 2016 | Lisboa
Menção Honrosa: Fundação AFID Diferença| Judite; Marcelo; Luís | 2016 | Amadora

O CPF foi mais uma vez anfitrião desta cerimónia. O presidente, Bernardino Castro, aproveitou para falar dos esforços que o CPF tem vindo a fazer para se tornar cada vez mais acessível, enquanto Sónia Silva, presidente do júri do concurso “A inclusão na diversidade”, considerou que “é um ótimo sinal que seja cada vez mais difícil decidir" quais as fotografias vencedoras quer por causa da quantidade de candidaturas, quer pela qualidade das fotografias.

Recorde-se que nesta 3.ª edição a Plural&Singular recebeu 144 fotografias candidatas, enquanto em 2015 foram enviadas 85 e no ano de arranque desta iniciativa foram 61 as imagens que respondiam ao repto: contribuir para a desmistificação das diferenças e para o combate aos atos discriminatórios que lhes estão associados.

Além de Sónia Silva fizeram parte do júri o fotojornalista do jornal Público, Paulo Pimenta, bem como o juiz conselheiro do Supremo Tribunal de Justiça, Álvaro Laborinho Lúcio, tendo sido confidenciado pelas promotoras da Plural&Singular que foi exatamente durante uma conferência em Leiria, em 2013, na qual participava o também presidente do Conselho Geral da Universidade do Minho que surgiu a ideia de criar este concurso de fotografia.

O antigo ministro da Justiça participava na comunicação “Inclusão e Direitos – Os uns e os outros” quando fez uma análise da evolução do conceito de inclusão e ‘substituiu’ o conceito de diferença, pelo de diversidade como sendo muito mais abrangente e capaz de abarcar TODOS os cidadãos. Foi esta mudança de paradigma que a Plural&Singular quis espelhar no concurso de fotografia que se desafiou a promover.

Como vem sendo habitual a cerimónia contou com um momento artístico, desta vez proporcionado por um dos grupos de teatro do Espaço t - Associação para Apoio à Integração Social e Comunitária. O Grupo de Dança Inclusiva do Espaço t apresentou o espetáculo de expressão corporal “Denial ain’t just a river in egipt” [A negação não é só um rio no Egito], coordenado pela formadora Filipa Duarte, propondo-se a criar uma floresta como forma de escapar às evidentes e drásticas alterações ambientais que têm sido ignoradas pelos líderes mundiais.

Nunca é demais agradecer a TODOS os que se juntaram a este órgão de comunicação digital na realização desta iniciativa.
 
Obrigada ao +1 Creative Studio por colocarem o vosso trabalho e criatividade ao serviço desta iniciativa na elaboração do novo cartaz. Obrigada à Clarim, uma empresa pioneira no transporte personalizado que disponibilizou, gratuitamente, um veículo às pessoas com mobilidade reduzida que quiseram participar neste evento.

Mais um agradecimento importante a TODOS os que ajudaram a divulgar esta iniciativa. Uns de forma mais informal, outros que se constituíram nossos parceiros e o fizeram com muita dedicação. Mil obrigadas ao Projeto In My Shoes, à Associação Nacional de Docentes de Educação Especial, à Associação Nacional de Arte e Criatividade de e para Pessoas com Deficiência e à Cooperativa Regional de Economia Solidária.

Obrigada, obrigada, obrigada ao júri deste concurso de fotografia e ao Centro Português de Fotografia que é importante parceiro na organização desta iniciativa.

Lança-se, desde já, o apelo a TODOS os que se queiram associar a este evento na próxima edição de 2017. A Plural&Singular é uma marca registada gerida pela Palavras Infinitas – Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media, que desenvolve também outros projetos de organização de eventos, de informação, de formação e de assessoria. Como não tem fins lucrativos, toda a ajuda para poder continuar a publicar a revista trimestral, dinamizar a secção Sexualidade&Afetos, organizar este concurso de fotografia e avançar com outros projetos que tem na gaveta, é bem vinda.

Percorra a nossa galeria de fotos da autoria de Domingos Oliveira.

Resta-nos dizer, até para ano.

 

Itens relacionados

  • Guimarães: o palco da inclusão na diversidade

     

    Um dia dedicado à “inclusão na diversidade” é a proposta da Plural&Singular e do Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media que gere esta revista digital para um passeio inclusivo pela cidade de Guimarães. Este evento realiza-se no dia 17 de julho, a partir das 13h00 no café-concerto do Centro Cultural Vila Flor e culmina às 18h00 no mercado municipal, local escolhido para a inauguração da exposição de fotografias da 7.ª edição do concurso internacional de fotografia, promovido desde 2014 em parceria com o Centro Português de Fotografia (CPF), no Porto.

  • Concurso de fotografia recebeu 146 imagens de inclusão na diversidade

     

    Foram 146 as imagens recebidas na 7.ª edição do concurso internacional de fotografia “A inclusão na diversidade”, num total de 53 candidaturas enviadas até 15 de abril de 2021.

  • Continuam abertas as candidaturas ao concurso internacional de fotografia “A inclusão na diversidade”

    As candidaturas ao concurso internacional de fotografia “A inclusão na diversidade” continuam abertas: A organização da 7.ª edição do “A inclusão na diversidade” decidiu, tendo em consideração os constrangimentos associados ao contexto de pandemia de covid-19, proceder a uma alteração profunda no calendário desta iniciativa. Lançado em 2014 pela Plural&Singular, em parceria com o Centro Português de Fotografia (CPF), local que acolhe a exposição dos vencedores, este concurso de fotografia, em 2020, continua à procura da "inclusão na diversidade" e desafia tanto fotógrafos amadores como profissionais a participar. As candidaturas podem ser entregues por correio ou email até 15 de abril.

  • 2019: Estão abertas as candidaturas ao concurso internacional de fotografia “A inclusão na diversidade”

     

    Estão abertas, até 15 de outubro, as candidaturas ao concurso internacional de fotografia “A inclusão na diversidade”. E na sexta edição desta iniciativa a organização quer chamar a atenção para as questões de género e, ao mesmo tempo, tornar o concurso de fotografia ainda mais acessível graças à parceria com o mestrado em Comunicação Acessível do Instituto Politécnico de Leiria.

  • Candidaturas abertas à 5.ª edição do concurso de fotografia “A inclusão na diversidade”

     

    O concurso internacional de fotografia “A inclusão na diversidade” está de volta para mais uma edição, a quinta que completa uma mão cheia de edições que celebram a inclusão, a equidade e a igualdade de oportunidades numa sociedade caracterizada pela diversidade. Participe!

4°C

Lisboa

Limpo

Humidade: 49%

Vento: 14.48 km/h

  • 03 Jan 2019 7°C 3°C
  • 04 Jan 2019 8°C 1°C