Logo
Imprimir esta página

ONU apela à integração social das pessoas com deficiência

 

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, fez no início desta semana um apelo aos países para promoverem a integração social das pessoas com deficiência, na presença do músico invisual Stevie Wonder e do secretário de Estado norte-americano, John Kerry.

“Demasiadas pessoas com deficiência vivem em situação de pobreza. Muitos sofrem de exclusão social. Muitos não têm acesso aos sistemas legais de apoio social, educação, emprego e saúde”, disse Ban Ki-moon, numa cerimónia que antecedeu o arranque da 68.ª assembleia-geral da organização da ONU.

A reunião foi considerada por Ban Ki-moon, um “momento histórico” para cerca de 15% da população mundial que tem algum tipo de deficiência.

Os países membros da ONU aprovaram a obrigatoriedade de incluir os direitos das pessoas com deficiência na próxima agenda para o desenvolvimento, que deverá ser aprovada em 2015.

Por sua vez Stevie Wonder afirmou que “para a sociedade e o desenvolvimento incluírem as pessoas com deficiência, é preciso garantir a igualdade de acesso à educação, ao conhecimento e à informação”.

Segundo dados da ONU, 360 milhões de pessoas têm perda auditiva moderada a profunda, mas apenas 10% têm acesso a aparelhos auditivos. Outra nota é a de que cerca de 200 milhões de pessoas precisam de óculos, mas não têm acesso a eles, e apenas entre 5 a 15% dos 70 milhões de pessoas que precisam de cadeiras de rodas têm acesso a uma.

Copyright © 2015 designPDT. All Rights Reserved. Designed by Pedro Dantas Teixeira.