Nada sober vós sem vós

Log in
updated 6:13 PM UTC, Dec 31, 2022
Informação:
ESTEJA ATENTO: a Plural&Singular faz 10 anos e vai lançar a 28.ª edição da revista digital semestral que dá voz às questões da deficiência e inclusão

Porto: APPC leva “Teatro Invisível” às estações da Trindade e Campanhã


Por ocasião das comemorações do Dia Europeu da Criatividade Artística, a companhia “Era uma vez... Teatro”, da Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC) dinamizou um “jogo” de Teatro Invisível nas estações de metro da Trindade e de Campanhã, concelho do Porto.

O objetivo da ação, realizada a 21 de março, centrava-se na sensibilização do público em geral para as capacidades artísticas das pessoas com deficiência, conforme indica nota remetida à Plural&Singular.

O conceito de “teatro invisível” pretende surpreender o público que, num local considerado “normal” não aguarda uma qualquer atuação – e a apresentação não é revelada como teatro. Assim, sem que se identifique como evento teatral, os espetadores são reais participantes, reagindo e opinando de forma espontânea à “discussão” provocada pela encenação.

A companhia “Era uma vez... Teatro” recriou situações reais, “provocando” os espetadores e obrigando-os a participar ativamente numa representação – sem terem noção de que, também, estavam a ser atores.

“A realçar que a iniciativa teve um considerável impacto junto da sociedade portuense, ainda pouco familiarizada com este tipo de arte e de improvisação em locais públicos”, lê-se na nota da APPC que faz um agradecimento especial à empresa Metro do Porto pela oportunidade e disponibilidade demonstrada nesta intervenção artística da APPC.

“E, também, agradecimento ao envolvimento, reação e simpatia dos espetadores-participantes”, termina a nota.

A propósito recordamos a peça publicada na nossa 14.ª revista digital trimestral na secção de Cultura com o nome “O gosto especial de fazer a magia do teatro acontecer…” que fala exatamente da companhia da APPC (clique AQUI).




Itens relacionados

  • “Feitas de Ferro, desenhadas a carvão” da APPC estreia sábado em Paranhos

    A violência sobre as mulheres é o ponto de partida da mais recente produção do grupo “Era uma vez... Teatro”, da Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC)

    A estreia está agendada para sábado às 21h30, no Auditório Horácio Marçal (Junta de Freguesia de Paranhos). Em cena serão apresentadas as histórias de dez mulheres que decidem “romper o palco e aumentar as possibilidades de sobrevivência” – despindo aquilo que o coletivo de teatro da APPC retrata como um “silêncio indigno das mulheres maltratadas”.

  • APPC: projeto de nova sede e residência universitária procura parceiros e fundos

    A Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC) tem um sonho: construir uma nova sede que simultaneamente acolherá estudantes universitários com deficiência. O projeto está orçado em 1,7 milhões de euros e deverá ser candidatado a fundos europeus.

  • Enfermeiro/atleta Duarte Gil atingiu a meta na APPC

    O enfermeiro/atleta Duarte Gil Barbosa, que no início de setembro anunciou que iria tentar correr 200 quilómetros e doar um euro por quilómetro à Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC), atingiu a meta e visitou recentemente a instituição.

  • Mais de 16 mil euros para o “APPC Playground”

    A Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC) conseguiu angariar 16.931,81 euros que irão a curto prazo ser aplicados na implementação do “APPC Playground”, um projeto que irá intervir nas áreas da educação digital e alimentar, bem como no apoio à empregabilidade. A verba foi angariada numa iniciativa promovida por uma grande superfície comercial.

  • APPC: Duarte Gil Barbosa doa um euro por quilómetro e desafia outros corredores

    Um atleta informal, Duarte Gil Barbosa, decidiu correr pela Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC). É enfermeiro mas corre há 14 anos e nos dias 17 e 18 de setembro vai participar no “24H Portugal 2016” em Vale de Cambra. Por cada quilómetro percorrido doará um euro. Quer fazer 200.

Consola de depuração Joomla

Sessão

Dados do perfil

Utilização de memória

Pedidos à Base de dados